Radio Utopia Player

Bonecas de Trapo Entre Memorias e Retalhos

Mercado de Castro Marim acolhe exposição de Bonecas de Trapo  “Entre Memórias e Retalhos”

 

No próximo dia 14 de Junho, pelas 17h00, o Mercado Local de Castro Marim inaugura a exposição de bonecas de trapo “Entre Memórias e Retalhos”, com a coleção particular de Maria Cândida Duro Nunes Justo.

Regresso ao passado

Pelas mãos da artesã, que habilmente cose os panos e junta os retalhos das memórias de outros tempos, mantém viva uma arte intemporal, intimamente ligada à infância das gerações mais velhas: as bonecas de trapo.

No outro tempo, as mães, tias ou avós faziam as bonecas a partir das sobras de tecidos, lã, cartão, paus de loendro, aproveitando com saber e criatividade o que tinham à mão, para imitar o quotidiano das gentes. A imaginação das crianças fazia o resto.

 

As peças expositivas, visitáveis no Mercado Local, consistem em 56 bonecas de trapo que recriam artes, ofícios, saberes e vivências da comunidade do Baixo Guadiana. A exposição, promovida pela empresa Municipal NovBaesuris e pelo Município de Castro Marim, estará patente no Mercado Local, podendo ser visitada todos os dias, no seguinte horário: 9h00-13h00 e 14h00-18h00.

Micro-Safari no Parchal

A visitar no Parchal, Lagoa

Estivemos no Centro de Congressos do Arade onde está a decorrer uma exposição de Insetos, e Vítor Carvalho que tem uma coleção única em Portugal e trouxe até nós um Micro-Safari.

Ouvir entrevista

 

 

Exposição "Metamorfose de Cana e Cortiça"

Artista João Paulo Soares

Até ao dia 30 de setembro, a Casa Manuel Teixeira Gomes recebe de Exposição “Metamorfose de Cana e Cortiça” de João Paulo Soares. João Paulo Soares nasceu no Porto, onde fez os seus estudos e viveu até aos 26 anos. Está radicado em Portimão, cidade que escolheu para viver desde 1988. Lecionou durante 40 anos como Professor do Ension Secundário, sendo os últimos 25 anos na Escola Secundária Poeta António Aleixo.

 

O seu simples, mas diversificado ritmo de vida, permite-lhe dedicar-se a várias atividades, sendo uma delas a que agora vem a público nesta exposição. As suas peças refletem um trabalho multidisciplinar pela diversidade de técnicas e materiais presentes. A predominância de materiais orgânicos revela uma paixão que surge desde tenra idade – respeitar, criar laços com a Natureza e reutilizar materiais – é esse o lema que transparece nestas suas criações de cana e cortiça.  

Apoie a Rádio Utopia.

Valor:
Go to top